Caminho Religioso da Estrada Real: uma difícil rota de peregrinação brasileira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Caminho Religioso da Estrada Real: Uma difícil rota de peregrinação brasileira

Aqui no Brasil temos várias rotas de peregrinação. Um dos caminhos mais conhecidos, inspirado no Caminho de Santiago é o CRER – Caminho Religioso da Estrada Real, que liga o Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade ao Santuário Nacional de Aparecida. Esta é a maior rota religiosa do Brasil e pode ser feita a pé, de bicicleta, a cavalo ou em 4×4. 

Para os peregrinos, a rota é composta por um mar de montanhas. Com 806 quilômetros, a partida se dá em Caetano, Minas Gerais, e vai até Aparecida do Norte, em São Paulo. Toda a rota é demarcada e tem as indicações para que os peregrinos não se percam.

Em meio à pandemia, tive que pausar o projeto Caminhos Peregrinos para me reorganizar. Tentei ao máximo usar esse tempo para me reconectar e, poder estar (literalmente) no meio dessa rota de peregrinação incrível é uma oportunidade e tanto.

Em outubro de 2020 resolvi fazer essa peregrinação, fortalecendo minha fé e meu autoconhecimento, já que vivemos tempos difíceis. Foi de extrema importância contar com o apoio de minha família, que me viu sair caminhando já da porta de casa.

Por ser uma rota religiosa, reencontramos com mais facilidade a nossa fé que, em momentos como esse, deve ser uma base forte e sustentadora. E, embora eu esteja acostumado, não foi fácil fazer a rota depois de um bom tempo sem peregrinar. A insolação também se fez companheira em um dos trechos e meu cuidado teve de ser redobrado.

Porém, todas essas “dificuldades” se esvaíam quando eu via o brilho nos olhos de minha família me acompanhando pelos vídeos até a minha chegada em Aparecida do Norte. Estar em um lugar abençoado como o Santuário de Nossa Senhora Aparecida renova todas as forças, ainda mais para os peregrinos que buscam um momento de reflexão.

Assim como em Santiago de Compostela, a realização, o sentimento de gratidão de chegar a um destino tão mágico e abençoado, é algo indescritível que somente um peregrino é capaz de imaginar.

Tudo aquilo que nos aflige e nos tira do foco, pode ser renovado se nos esforçarmos e o Caminho Religioso da Estrada Real nos dá essa oportunidade, nos reconectando com a natureza, a simplicidade e, principalmente, a fé.

 

Posts Relacionados