Peregrinar: 7 dicas para longas caminhadas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Peregrinar vai muito além de só sair caminhando por aí. Sempre há por trás um objetivo a ser alcançado. O fato é: independente do objetivo que tenhamos, caminhar longas distâncias pede alguns cuidados específicos.

Esses cuidados é que vão te manter firme e forte na peregrinação, para que você possa ir em busca dos seus objetivos com plenitude. Somando todas as peregrinações que já fiz, caminhei um total de mais de 5.000km e, pensando nisso, listei aqui essas 7 dicas. Espia só:

#1 – Alongamento

A primeira dica é se alongar. Isso deveria ser um mantra entre os praticantes de atividades físicas, mas vejo que muitos caminhantes e peregrinos não fazem o alongamento. Talvez, porque acreditam que essa atividade é de baixo impacto, mas é muito importante “soltar” a musculatura e preparar as articulações e pense comigo, se você for camnhar por muitos quilômetros a sua muscularia irá se enrijecer. Por isso, faça alongamentos antes e depois da atividade proposta. 

#2 – Escolha um calçado de boa qualidade para peregrinar

Aqui eu tenho um preferido: bota. Mas seja tênis ou bota, é essencial que seja de boa qualidade, afinal, seus pés devem ser bem tratados. Evite as indesejáveis bolhas, tenha firmeza nos tornozelos, evite quedas e torções e confie no seu calçado para aguentar o “batidão” de uma longa jornada.

#3 – Nada de usar calçado novo!

Os calçados novos ainda não estão preparados para o movimento que você dará a ele. Isso porque a mobilidade (da sola principalmente) de um calçado novo é mais limitada e o encaixe desse calçado em seus pés leva um tempinho para acontecer.

Você pode comprar o calçado e usá-lo nos treinos e preparos que antecedem a peregrinação. Assim, ele vai se adequando e se moldando ao seu pé. Além disso, sugiro que compre um número maior, pois é interessante que seu pé fique confortável dentro dele quando você utilizar meias mais grossas ou quando seus pés incharem, depois de percorrer vários quilômetros.

#4 – Use vaselina nos pés e nas virilhas

Isso parece estranho, mas, vai por mim, é uma das melhores dicas para peregrinar. Utilize bastante vaselina nos pés para evitar o atrito entre pés, meias e calçado. Isso vai ajudar a evitar o aparecimento das indesejadas bolhas. 

Já na virilha, nem todo mundo precisa, mas… É importante que suas nádegas e virilhas estejam protegidas do contato constante com a roupa, o que pode, com o passar dos dias, causar assaduras e prejudicar muito o seu desempenho. Use bastante para que a meia e a roupa não a absorvam totalmente.

#5 – As meias certas também fazem diferença

Não é sempre que utilizo meias próprias de trekking para peregrinar, mas tudo que você puder usar ao seu favor, é interessante. Compre meias de lã ou sintéticas sem costura. Procure meias que absorvam o suor e jogue-o para o lado externo. Umidade e atrito são os principais causadores de bolhas e, por isso, recomendo também que você troque as meias durante o dia de caminhada. E acredite: na mochila meias são mais importantes que roupas íntimas!

#6 – Faça o uso de salmoura

Se for possível, utilize salmoura nos finais da caminhada, nunca antes. Isso ajuda a aliviar a tensão dos pés, proporcionando uma sensação de relaxamento. É importante ficar uns 15 minutos e depois secar bem os pés. Se quiser, faça o uso de gelo ou água gelada após a salmoura.

#7 – Peregrinar também exige pausa

Durante minhas peregrinações, costumo caminhar duas horas ou três dependendo do trajeto e fazer uma pausa de vinte minutos. Também, no meio do trajeto costumo fazer uma pausa de 45 minutos a 1 hora.

Isso é bom para se recuperar do esforço físico e também dar descanso aos pés. Se possível, em todas as paradas retire o calçado e deixe os pés respirarem. Troque a meia se elas estiverem muito molhadas e siga em frente!

No mais, aproveite cada etapa de seu caminho, pois cada uma delas traz uma sensação nova e diferente. Esteja atento a tudo ao seu redor, há muitas coisas fascinantes! Peregrinar é algo mágico e transformador…

Posts Relacionados