Abadias da Toscana – Road Trip na Itália

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No post de hoje, entraremos em contato com a parte mais sagrada de minha Road Trip pela Itália. Vou falar sobre as Abadias da Toscana: ora monumentos históricos, ora lugares sagrados. 

Inclusive, essa é a junção perfeita entre dois aspectos que me fascinam e me fazem agradecer por cada instante. Afinal, são lugares que realmente carregam a energia mística perfeita para quem está realizando sonhos e se descobrindo. 

Abadia de San Galgano

sant-galgano-abadias

A expressão impressionada dos turistas ao primeiro contato com a Abadia de San Galgano é facilmente justificada. Afinal, trata-se de uma enorme estrutura que evoca, simultaneamente, o sagrado e o histórico. 

Embora as paredes erguidas que vemos ali hoje sejam apenas ruínas, a riqueza dos detalhes que permanecem preservados é realmente impressionante. 

San Galgano faz parte da comuna de Chiusdino, província de Siena, e é um passeio que apesar de mais distante da comuna, cerca de 25 km, não deve ficar de fora. 

Em termos de arquitetura, a abadia tem os traços de uma construção gótica: arcos enormes e janelas pontudas que certamente eram lugar de vitrais esplendorosos. Sua construção aconteceu entre 1218 e 1288 e foi feita por monacos cistercensi que decidiram erguer a primeira igreja gótica da Toscana. 

Mas não é só a magnitude de sua construção que torna a igreja tão conhecida. Foi ali onde ficou guardada a espada na rocha, como na história do Rei Arthur. Embora não seja a espada Excalibur, sua história tem enorme valor. 

Em tempos de guerra, o santo Galgano teria cravado uma espada na pedra para simbolizar os momentos de paz. Mesmo com tantas tentativas, ninguém conseguiu retirá-la. Hoje a espada fica guardada no museu de San Galgano, que pode ser visitado na mesma ocasião que a Abadia. 

Com o passar do tempo a Abadia de San Galgano perdeu bastante sua importância local, visto que a maioria dos monges foram sendo transferidos para Siena e, junto à eles, a referência religiosa do local. Outros acontecimentos também marcaram tal degradação, como o raio que atingiu o sino da abadia e destruiu boa parte de sua estrutura. 

Na prática:

A Abadia de San Galgano fica aberta para visitação todos os dias, entre 9h e 17h30. Para entrar você deve comprar um ingresso que custa em torno de 4 euros e é válido também para o museu. 

Endereço: Strada Comunale di S. Galgano, 53012 Chiusdino SI

Abadia de Sant’Antimo

sant-antimo-abadias

Não é só Brunello que leva milhares de turistas até a região de Montalcino, na Toscana. Em meio a um cenário bucólico e rural, nos impressionamos com o esplendor da Abadia de Sant’Antimo. 

Segundo a lenda mais aceita, a Abadia teria sido construída por Carlos Magno, Imperador Romano, em 781. A história conta que durante uma de suas viagens de volta a Roma, o exército romano sofreram com uma peste que teria sido curada pelas ervas que estavam no lugar.  

Talvez por isso o jardim de plantas medicinais seja uma das atrações mais conhecidas da Abadia de Sant’Antimo. Da mesma forma o local também é conhecido pelos cantos gregorianos que acontecem por ali em perfeita harmonia com a natureza. 

A construção é feita sob o estilo de arquitetura românica e segue muito bem preservada, desde o século XII, quando passou por uma ampliação. 

Depois da história de cura da peste de Carlos Magno, o jardim da Abadia ficou conhecido como farmácia. No passado os monarcas utilizavam as plantas para a produção de remédios e chás que curavam moléstias. 

Na prática

A Abadia de Sant’Antimo fica aberta todos os dias para visitação, entre 10h e 17h, e possui entrada gratuita. As missas ocorrem sempre aos domingos, às 11h e a entrada é grátis. Mas se você preferir, pode comprar uma visita guiada por apenas 3 euros. 

Endereço: Localita’ S. Antimo, 222, 53024 Castelnuovo dell’Abate SI.

Abadia de Monte Oliveto Maggiore

toscana-abadia-aereo

O cenário bucólico parece até pleonasmo quando falamos na Toscana, ainda mais se levarmos em conta os grandes monumentos erguido em meio aos campos paradisíacos. A Abadia de Monte Oliveto Maggiore é um desses lugares fantásticos da Toscana. Ela fica ao centro de um bosque, entre Chianti e o Vale d’Orcia.

A Abadia de Monte Oliveto Maggiore mais parece um museu de arte sacra, uma vez que possui vários afrescos em seu interior. Além disso, a construção, terminada em 1526, e segue preservada. 

Além de funcionar tanto como uma galeria de arte, quanto lugar religioso para cultos e peregrinações, a Abadia também tem um restaurante e fica dentro de um lugar maravilhoso. Isso quer dizer que a sua visita deve ser feita com calma, se você quiser aproveitar ao máximo essa experiência. 

Na prática

A Abadia de Monte Oliveto Maggiore fica aberta todos os dias e possui entrada gratuita. O horário de abertura varia entre 09h e 18h, mas aos domingos ela abre até 12h30. 

Endereço: Congregação Benedetina de Santa Maria de Monte Oliveto

Abbazia di Monte Oliveto Maggiore
53041 – ASCIANO (SI)

Abadia San Salvatore

abadia-san-salvatore

Essa é uma cidade que tem seu lado sagrado, mas ao mesmo tempo é conhecida pela exploração mineral. Daí já se tem uma ideia do contraste a se esperar. Neste cenário, a atividade peregrina é o principal atrativo, levando milhares de fiéis e peregrinos aos pontos místicos ali presentes. 

Sendo parte da Via Francigena, muitos turistas cruzam a região para chegar até Roma, passando pela província de Siena. Dito isso, nada melhor do que uma pausa para mergulhar de cabeça na história da vila. Por falar nisso, Abadia San Salvatore é conhecida por ser uma das principais produtoras de mercúrio no mundo! Aliás, a mina foi desativada somente em 1972.

Abadia de Santi Salvatore e Cirino

Aos pés do Monteriggioni, construída no ano de 1001, ergue-se a Abadia de Santi Salvatore e Cirino. Assim como a Abbadia San Salvatore, o ponto faz parte da Via Francigena e é visitada por muitos peregrinos que vão até Roma. 

Arquitetonicamente, a construção é uma igreja romanesca e possui três naves. No interior, inúmeras obras de arte ficam guardadas, como o altar do século XVI feito por Sano di Pietro. 

Road Trip pela Toscana

road-trip-abadias

Se chegou até aqui, certamente percebeu que as abadias da Toscana são um motivo pra lá de sagrado para fazer uma road trip pela Itália. 

De forma geral, toda a experiência é um presente a se fazer acontecer. Sem dúvida alguma, viajar pela Itália será um mergulho de cabeça em pontos importantes de nossa história. 

Nos próximos posts, continuarei dando detalhes de minha viagem. Ainda há muito a compartilhar sobre as minhas vivências no país da bota.  Mas enquanto eles não saem, que tal conferir o post completo sobre a Road Trip? É só clicar aqui!

Posts Relacionados